4

15 filmes que retratam a depressão de maneiras diferentes

Várias abordagens bem construídas para falar sobre uma mesma temática

A vida imita a arte ou a arte imita a vida? Acredito que ambas se retroalimentam constantemente, ainda mais quando estamos falando de temas delicados, como saúde mental.

Diversas produções musicais, televisivas e cinematográficas abordam a depressão, por exemplo, de formas variadas. Muitas vezes porque a doença acaba sendo um elemento importante para desenvolver personagens, mas tantas outras porque é preciso falar sobre o tema.

Como um bom amante da sétima arte, resolvi listar 15 filmes que gosto bastante e têm a depressão como uma das temáticas principais. E é bom ressaltar que essas criações podem nos ensinar bastante, especialmente sobre empatia com as pessoas que convivem com esse e outros distúrbios.

Então confira a lista abaixo e já adicione os filmes às suas listas de streaming!

As Vantagens de Ser Invisível

Sempre lembrado quando o assunto é depressão, As Vantagens de Ser Invisível é um filme que aborda suicídio, solidão e dificuldade de interação através de algumas passagens divertidas e de outras muito traumáticas. É uma história com a qual os jovens costumam se identificar bastante, pois traz conflitos internos e externos recorrentes na vida de adolescentes, especialmente para aqueles que sofrem com depressão, ansiedade, timidez exagerada e outros distúrbios.

Ano de Lançamento: 2012

Direção: Stephen Chbosky

Onde Assistir: Netflix; Amazon Prime Video; Telecine Play; Looke.

Sinopse: Charlie é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Sua professora de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si… até o dia em que dois amigos, Patrick e Sam, passam a andar com ele.

Ela

Quem disse que uma ficção científica não pode falar sobre depressão? O protagonista se vê consumido completamente pelo vazio da solidão e acaba encontrando na tecnologia uma grande companheira. No entanto, as coisas não são tão fáceis, tendo em vista que as máquinas não podem substituir o contato humano.

Ano de Lançamento: 2013

Direção: Spike Jonze

Onde Assistir: Globoplay; Looke.

Sinopse: Num futuro não muito distante, o escritor solitário Theodore compra um novo software desenhado para o auxiliar em tudo o que for preciso, como um verdadeiro ser humano. Porém, ele começa a desenvolver uma relação romântica com o programa, numa paixão agridoce, que explora a natureza do amor e as formas como a tecnologia pode ajudar-nos, ligar-nos ou isolar-nos.

Pequena Miss Sunshine

Possivelmente você assistiu ao filme e se divertiu bastante, especialmente na cena da apresentação final de Olive. Entretanto, a família da garotinha é formada por pessoas que sofrem com a depressão, em suas mais variadas formas, mas tentam não deixar transparecer, e essa atitude acaba gerando consequências muito tristes.

Ano de Lançamento: 2006

Direção: Valerie Faris e Jonathan Dayton

Onde Assistir: Telecine Play; Looke.

Sinopse: Quando a jovem Olive ganha a oportunidade de participar da final do concurso de beleza infantil “Little Miss Sunshine”, toda a família se mobiliza para lhe permitir o sonho, embarcando numa divertida e atribulada viagem até à Califórnia numa carrinha “pão-de-forma” a cair aos pedaços. Mas esta família tem tudo menos normalidade: o pai é um orador motivacional fracassado, a mãe está à beira de um colapso nervoso, o irmão mais velho é um adolescente revoltado que fez voto de silêncio contra a família, o avô é um pervertido e o tio é um homossexual com tendências suicidas que sabe tudo sobre Marcel Proust.

Anomalisa

Charlie Kaufman é conhecido por fazer filmes complexos que tentam explorar as nuances da mente humana. Na animação Anomalisa, o cineasta mostra como a depressão pode ser prejudicial para pessoas de meia-idade que estão incomodadas e acomodadas com as próprias rotinas e a ausência de desafios. A juventude de outra pessoa, no entanto, pode surgir como uma válvula de escape.

Ano de Lançamento: 2016

Direção: Charlie Kaufman e Duke Johnson

Onde Assistir: Google Play

Sinopse: A trama conta a história de Michael Stone, um marido, pai e escritor respeitado, que se sente imobilizado pela mundanidade de sua vida. Durante uma viagem de negócios, ele conhece Lisa e vê na jovem uma possibilidade de escapar de sua situação.

Coringa

O premiadíssimo e bem construído Coringa também tem a saúde mental como um dos principais temas. Joaquin Phoenix dá um show ao interpretar Arthur, um homem que sofre com seus próprios traumas e problemas mentais, mas é importante destacar que o filme vai muito além disso. A história é ótima para entendermos como a sociedade e a falta de empatia podem contribuir para um agravamento dos sintomas depressivos e, consequentemente, para uma tomada de atitudes impensáveis e inconsequentes.

Ano de Lançamento: 2019

Direção: Todd Phillips

Onde Assistir: HBO GO

Sinopse: Arthur Fleck é um homem que enfrenta a crueldade e o desprezo da sociedade, juntamente com a indiferença de um sistema que lhe permite passar da vulnerabilidade para a depravação. Durante o dia é um palhaço e à noite luta para se tornar um artista de stand-up comedy…mas descobre que é ele próprio a piada. Sempre diferente de todos em seu redor, o seu riso incontrolável e inapropriado, ganha ainda mais força quando tenta contê-lo, expondo-o a situações ridículas e até à violência. Preso numa existência cíclica que oscila entre o precipício da realidade e da loucura, uma má decisão acarreta uma reacção em cadeia de eventos crescentes e, por fim, mortais.

Divertida Mente

Filmes sobre depressão

Como é a depressão para crianças e pré-adolescentes? Divertida Mente, da Pixar, tentou responder isso através de uma interpretação imaginativa sobre como funciona a mente humana. Apesar de fazer isso de uma forma bem lúdica e colorida, o filme mostra como é preciso entender e conviver com os nossos sentimentos, incluindo a tristeza. Dessa forma é mais viável superarmos situações desagradáveis e a apatia causada por doenças ou acontecimentos inesperados.

Ano de Lançamento: 2015

Direção: Pete Docter

Onde Assistir: Looke.

Sinopse: Riley é uma menina de 11 anos que terá que dizer adeus a uma vida feliz no estado americano do Minnesota e começar uma nova vida em São Francisco. Numa viagem ao interior do seu cérebro, percebe-se como se formam as memórias e como da ação conjunta de cinco emoções – alegria, nojo, raiva, tristeza e medo – se definem experiências fundamentais, como fazer novos amigos.

Geração Prozac

Filmes sobre depressão

Como mostramos no artigo “O que é depressão?“, a doença precisa ser combatida com remédios, em alguns casos. Geração Prozac é uma história sobre como pode ser difícil para os pacientes encontrarem e aceitarem tratamentos eficazes. Um filme pesado, mas essencial.

Ano de Lançamento: 2001

Direção: Erik Skjoldbjaerg

Onde Assistir: Looke

Sinopse: Uma jovem americana promissora é aceita em Harvard enquanto lida com depressão clínica. A doença, ainda um tabu, estigmatiza a moça que tem dificuldade em aceitá-la e de encontrar um tratamento eficiente para poder seguir com sua vida.

Cake – Uma razão para viver

Filmes sobre depressão

Um caminho fundamental para o tratar a depressão é procurar ajuda. Em Cake, a protagonista busca esse apoio, mas essa atitude acaba desencadeando outros acontecimentos, positivos e negativos, que geram consequências para a personagem.

Ano de Lançamento: 2014

Direção: Daniel Barnz

Onde Assistir: Amazon Prime Video; Looke.

Sinopse: Claire Simmons é uma mulher traumatizada e depressiva que busca ajuda em um grupo para pessoas com dores crônicas. Lá, ela descobre o suicídio de um dos membros do grupo, Nina. Claire fica obcecada pela história desta mulher, e começa a investigar a sua vida. Aos poucos, começa a desenvolver uma relação inesperada com o ex-marido de Nina, Roy.

A Ponte

Filmes sobre depressão

Sem dúvidas o filme mais pesado da lista, pois trata-se de um documentário. Ao pegar uma das pontes mais famosas do mundo para falar sobre suicídio, o longa prende a atenção pela curiosidade e pela forma inusitada como resolve contar a história de pessoas que tiraram as próprias vidas. As imagens são muito fortes, assim como os depoimentos, então assista somente se estiver com a saúde mental muito boa.

Ano de Lançamento: 2006

Direção: Eric Steel

Onde Assistir: Youtube

Sinopse: Mais pessoas escolhem terminar suas vidas na Golden Gate em São Francisco, nos Estados Unidos, do que em qualquer outro lugar do mundo. O número de mortes é chocante, porém não surpreende. O diretor e a equipe filmaram a ponte, de dois pontos diferentes, durante todo o ano de 2004, gravando a maioria dos 24 suicídios naquele ano (e prevenindo muitos outros). Foram gravadas entrevistas com amigos, familiares e testemunhas, que recontam em detalhes dolorosas histórias de lutas contra a depressão, abuso de substâncias e doenças mentais. A Ponte é um documentário profundo e poético, uma jornada visual e visceral por um dos aspectos mais sombrios da natureza humana.

As Faces de Helen

Filmes sobre depressão

Apesar de ser mais sobre bipolaridade, o filme é também sobre as diferentes formas como as pessoas podem ver o mundo e como isso influencia em nosso cotidiano. Ao mesmo tempo, é uma história sobre a importância das pessoas queridas no processo de melhoria da saúde mental.

Ano de Lançamento: 2009

Direção: Sandra Nettelbeck

Onde Assistir: Amazon Prime Video

Sinopse: Helen é uma mulher bem-sucedida que tem um casamento feliz e bom relacionamento com a filha. Porém, existe algo que ela tenta esconder: sua bipolaridade, que vem a tona em um surto devastador, mudando a forma de ver o mundo. Agora, cabe a sua família e amigos mostrar a ela que a vida continua bela.

Rocketman

A depressão também chega em muitas pessoas famosas. Em Rocketman, percebemos isso com o cantor Elton John, que se afundou nas bebidas e drogas exatamente por sentir um vazio inexplicável, mesmo sendo um dos artistas mais bem-sucedidos do mundo. Além disso, a cinebiografia apresenta as influências que a homofobia pode ter para causar um estímulo gigantesco para o desenvolvimento da depressão.

Ano de Lançamento: 2019

Direção: Dexter Fletcher

Onde Assistir: Telecine Play

Sinopse: Um musical épico de fantasia sobre a incrível história de Elton John ao longo dos anos. O filme acompanha a transformação fantástica do tímido prodígio do piano, Reginald Dwight, em superestrela internacional, Elton John. Esta história inspiradora – da qual fazem parte algumas das músicas mais adoradas de Elton John – conta a história universal de como um rapaz de uma pequena cidade se tornou numa das figuras mais icónicas da cultura pop.

Três Anúncios para um Crime

Filmes sobre depressão

A depressão pode surgir a partir de um acontecimento trágico e pode gerar uma revolta incontrolável. O ótimo Três Anúncios Para um Crime é exatamente sobre isso, mas também fala sobre como remoer erros do passado pode nos levar a atos que antes eram inimagináveis, como o suicídio.

Ano de Lançamento: 2017

Direção: Martin McDonagh

Onde Assistir: Google Play

Sinopse: Depois de meses sem ser encontrado o culpado no caso de homicídio da sua filha, Mildred Hayes faz uma jogada ousada ao alugar três cartazes à entrada da cidade com uma mensagem polémica dirigida a William Willoughby, o respeitado chefe de polícia da cidade. Mas quando o seu adjunto Dixon, um menino da mamã imaturo com uma inclinação para a violência, se envolve, a batalha entre Mildred e a lei de Ebbing, descontrola-se.

Terapia de Risco

Filmes sobre depressão

Esse é mais um filme necessário sobre depressão, pois fala sobre a importância de unir a terapia aos medicamentos, e não se prender somente ao segundo tratamento, ainda mais em casos mais graves.

Ano de Lançamento: 2013

Direção: Steven Soderbergh

Onde Assistir: HBO GO

Sinopse: A trama gira em torno da jovem Emily Hawkins, que acaba de ver o marido ser libertado da prisão por um crime de colarinho branco. Mesmo aliviada, Emily tem crises de depressão e busca a ajuda de medicamentos prescritos para conter a ansiedade. Ela também busca amparo num tratamento psicológico, lidando com profissionais. O tratamento, por mais que comece de forma positiva, vai gerar consequências inesperadas na vida da jovem.

Beleza Americana

Filmes sobre depressão

Assim como Anomalisa, Beleza Americana fala sobre as depressões existentes durante a crise de meia-idade. E novamente a juventude aparece como uma espécie de solução para a falta de perspectiva. Sem dúvidas um dos melhores filmes dos anos 1990.

Ano de Lançamento: 1999

Direção: Sam Mendes

Onde Assistir: Netflix

Sinopse: Lester é um cidadão suburbano que se revolta contra um emprego sem futuro, uma esposa incompreensiva, uma filha que o detesta e a iminência da meia-idade. As atitudes que toma subsequentemente parecem conduzi-lo a uma depressão sem regresso. Mas tudo muda, quando ele se apaixona por uma colega de liceu da sua filha, um verdadeiro estereótipo da beleza americana.

Moonlight

Filmes sobre depressão

Preconceito racial, bullying, homofobia, dependência química, conflitos familiares e outros fatores podem ajudar no desenvolvimento de quadros depressivos. Moonlight, vencedor do Oscar de melhor Filme em 2016, retrata todos esses pontos com personagens extremamente complexos e uma construção narrativa brilhante. Para completar, uma das fotografias mais bonitas vistas no cinema nos últimos anos.

Ano de Lançamento: 2016

Direção: Barry Jenkins

Onde Assistir: Netflix

Sinopse: Uma história de ligações humanas e auto-descoberta, o relato da vida de um jovem afro-americano desde a sua infância até à idade adulta, acompanhando a sua luta por encontrar um lugar no mundo à medida que cresce num bairro empobrecido de Miami. O filme é um retrato vital da vida contemporânea da comunidade afro-americana ao mesmo tempo que é uma meditação intensamente pessoal sobre identidade e uma obra revolucionária que reflecte com grande compaixão e verdades universais.

As Informações oficiais dos filmes (ano, direção, plataformas disponíveis e sinopse) foram retiradas do site JustWatch.

Depressão não é frescura

Curtiu a lista? Então aproveita para conferir algumas falas de especialistas, estudiosos e pessoas que convivem com certos distúrbios mentais ou tentam decifrá-los. No canal da Monja Coen você pode ver todos os vídeos da série “Depressão não é frescura”. Veja o teaser abaixo:

Siga também a MOVA no Instagram para receber mais conteúdos sobre autoconhecimento, saúde, educação e desenvolvimento social!

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email