3

Depressão: O que Monja Coen e Mário Sérgio Cortella têm a dizer sobre a doença?

Reflexões e ensinamentos precisam ser constantes para quem convive com o distúrbio

Criada por Anderson Mendes e distribuída pela MOVA, a série “Depressão não é frescura” foi lançada em 2019 no canal Monja Coen e trouxe opiniões de diversas pessoas sobre essa doença tão delicada. Pacientes, filósofos, psicólogos e especialistas de outras áreas foram entrevistados e conseguiram expressar, ao longo de seis episódios, vários sentimentos, fatos e pontos de vista envolvendo a doença. 

E algumas das falas mais impactantes vieram de dois entrevistados que possuem a responsabilidade de guiar os pensamentos de milhões de pessoas. Sim, estou falando da Monja Coen e do professor Mário Sergio Cortella. 

Apesar de seguirem linhas de estudo diferentes, Coen e Cortella têm inúmeros pensamentos semelhantes e complementares, especialmente quando o assunto é depressão. Confira a partir de agora algumas das principais citações ditas pela dupla durante a série “Depressão não é Frescura”. 

#01- O que é felicidade? Qual a diferença entre tristeza e depressão? 

No primeiro vídeo, os entrevistados falaram um pouco sobre a distinção entre tristeza e depressão, mas não puderam deixar de abordar um tema importante: felicidade.

Monja Coen

“Nós estamos sendo bombardeados por noticias desagradáveis e temerosos que nos tornam muito inseguros. E não temos nada mais em que nos apoiar. E se não há nada para nos apoiarmos, nos sentimos perdidos. E perdidos, nos entristecemos. Dessa tristeza menor vai se tornando um hábito a própria tristeza

Mário Sérgio Cortella

“A felicidade não é um lugar, é uma circunstancia. Nenhum de nos é feliz o tempo todo, nenhum de nos é infeliz o tempo todo. Uma pessoa que for o tempo todo feliz ela não é infeliz, ela é tonta. Por outro lado, uma pessoa que é infeliz o tempo todo, ou ela tem uma patologia que a atinge ou ela aderiu a um modelo de existência em que uma vida dramática faz bem a ela porque dá justificativas para ela não precisar ir alem dela mesma”

#02- Como ajudar alguém com depressão? Como você pode se ajudar?

Lidar com nós mesmos e pessoas depressivas exige carinho e cuidados especiais. Esse processo, no entanto, também estimula o desenvolvimento pessoal e pode salvar vidas. Esse foi o tema do segundo vídeo da série “Depressão não é frescura”.

Monja Coen

“Todas as emoções que possamos ter não são nem bonitas nem feias. Elas estão lá. Você precisar trabalhar e identificar. Nós temos que conhecer as nossas emoções

Mário Sérgio Cortella

“Vida com propósito é o principal modo de não ter uma vida que seja descartável”

#03- Até onde a depressão pode nos levar?

A depressão possui muitas consequências. A mais preocupante, sem dúvidas, é o suicídio. Para evitar esse destino, é preciso repensar atitudes e encarar a apatia e os demais sentimentos provenientes da doença.

Monja Coen

“A aparente apatia não é a verdadeira. A pessoa deprimida que dá essa impressão de que nada importa, é porque se importa muito. Nada parece importar mais, só que é exatamente o oposto. Tudo importa e tudo machuca. Por isso é importante conhecer a mente e a si mesmo, para poder tratar, prevenir e curar”

Mário Sérgio Cortella

“Ninguém em sã consciência embarca em uma jornada que sabe que o término é o sofrimento e a dependência sem alternativa. Quando ela nota no percurso que há de fato essa rota, não é tão simples pra ela reinventar o seu modo de caminhar. Nessa hora é que uma sociedade precisa ter suas estruturas de apoio”

#04- Como a tecnologia e as redes sociais afetam a nossa saúde mental?

Conforme mostramos no texto com os números mundiais da depressão, os casos de jovens com a doença têm aumentado nos últimos anos, e as redes sociais podem ser as responsáveis por isso. Será que faz sentido?

Monja Coen

“Às vezes fazemos qualquer bobagem para chamar a atenção do nosso grupo. Mas isso não é só de agora. Sempre foi assim. A gente tem a impressão de que a nossa época é diferente das outras épocas, mas nós, seres humanos, durante nosso processo de formação, precisamos muito do respeito e do apoio dos que são do nosso grupo social. E assim fazemos muitas coisas erradas, inclusive o estado de apatia. No começo pode ser uma imitação e pode se tornar realmente uma depressão”

Mário Sérgio Cortella

“Nós não estamos numa existência que é um carrossel. A vida é uma montanha-russa. Você desaba, você quer sair, você quer continuar, tem emoção, tem desespero e uma hora acalma. Que é quando para. Essa calma poderá ser, para alguns, desesperadora. Você morre a partir do modo como você vive”

#05- Depressão tem cura?

Meditação, remédios, boa alimentação e atividade física. Essas são algumas das saídas para a cura da depressão e melhora da saúde mental de todos nós. No quinto vídeo da série “Depressão não é frescura”, os entrevistados falaram sobre os caminhos positivos para quem quer se recuperar.

Monja Coen

“O nosso corpo vai criando uma própria disciplina. Mas nós podemos decidir qual disciplina nós queremos. Queremos fazer sempre aquilo que é agradável, e nem sempre fazendo só o agradável nós acessamos o nível mais profundo de consciência. Às vezes temos que fazer aquilo que não é aparentemente tão bom, mas sim aquilo que nos leva a um lugar muito melhor”

Mário Sérgio Cortella

“Não existe a devolução da esperança para alguém. Para essa pessoa tê-la devolvida, teria que tê-la perdida de vez. A esperança, mesmo em alguém que tem depressão, ela fica recolhida, ela fica num canto, fica guardada, mas ela não fica anulada. Afinal de contas, a própria ideia de esperança é aquele suspiro de existência que você tem a condição de saber que mesmo que você esteja naquela situação mais obscura, ainda haverá alguma possibilidade”

Será que você tem depressão?

Gostou das citações? Então aproveite para maratonar os cinco episódios de “Depressão não é frescura”! Vale a pena conferir também o sexto vídeo, no qual Anderson Mendes explica como foi o processo de criação da série. Veja abaixo:

Aproveite para seguir a MOVA no Instagram. Por lá você encontra mais conteúdos sobre autoconhecimento, saúde, educação e muito mais!

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email